Oferecimento

 

 

 

 



 

 

 

O poder das manicures

manicuresmanicures

O Poder das manicures


Em nosso portal Guia de Salões sempre procuramos levar idéias e novidades que visam a facilitar a vida do profissional da beleza em seus locais de trabalho. Uma das ferramentas que possuímos é o Guia Empregos, espaço gratuito que criamos para auxiliar a recolocação dos profissionais que estão disponíveis no Mercado.
Certo dia visitando o salão de um grande amigo em São Paulo, ele me perguntou se eu não conhecia Manicures disponíveis no mercado, pois ele já estava um bom tempo procurando bons profissionais, com esta qualificação.
Estranhei, uma vez que seu salão frequentemente estava carente deste tipo de serviço, então perguntei:
– Por que as profissionais de mãos e pés, não ficam muito tempo nos salões? Qual a verdade sobre esta demanda?
A resposta dele foi um pouco confusa, mas confesso que 90% dos salões que estão desfalcados deste tipo de profissionais coincidem com o que ele me disse.
Olha, são profissionais independentes e necessárias num espaço de beleza, muitas clientes chegam ao salão procurando somente os serviços de manicure ou pedicure. Em nosso espaço sempre damos 3 opções de remuneração;
• 50% do resultado (independente de quem fornece o material), pois o custo dos materiais serão descontados antes da divisão do bolo.
• 30% do valor do serviço (Bruto) e todo o material é dado pelo salão.
• Valor fixo mais comissão por êxito.
Deixamos sempre a critério do profissional e no inicio tudo funciona muito bem, o pessoal trabalha com uma dedicação fantástica, mas aos poucos e percebendo o resultado do salão e a quantidade de trabalho, a maioria entende que trabalhando sozinhos, atendendo nas residências conseguem ganhar mais. E pior ainda acabam levando nossos clientes com eles, isso quando não mudam para um salão vizinho que acaba sendo um estrago maior ainda.
Por serem, profissionais independentes e sem vínculos empregatícios, muitas vezes elas fazem o próprio horário, visando sua comodidade e não as necessidades do salão que lhes abriu a porta para trabalhar.
Eu entendi a posição dele, mas seria injustiça da minha parte não consultar alguma representante das Manicures. E foi o que fizemos, conversamos com algumas profissionais amigas e também desconhecidas e as respostas foram bem diferentes.
A profissão das Manicures e Pedicures, são essenciais, isso não se discute. Porem, não é uma profissão regulamentada, sendo assim muitas profissionais optam por tratar esta digna profissão como “bico”, o que não deixa de ser um grande erro. Pois segundo estudos do Sebrae, “Os serviços de manicure são, os que geram maior fluxo de clientes na maioria dos salões de beleza, contudo as consumidoras possuem fidelidade à profissional que faz o serviço e não ao salão de beleza.” Ou seja o poder de negociação é altamente positivo, declinando ao profissional prestador do serviço.
Então, algumas profissionais ainda não entenderam a real importância de seus préstimos e realmente, abandonam os clientes, quando recebem uma proposta de emprego fixo ou CLT, ao invés de investirem neste mercado altamente rentável, fiel e promissor.
Dizem que conselho se fosse bom, venderíamos e não daríamos, porem gostaria de deixar uma dica:
Todo profissional é fundamental no desempenho e resultado de seus projetos. Porém, o grande empreendedor é aquele que consegue unir ao profissionalismo, a necessidade e a alegria de fazer sempre o melhor!

Por: Arnaldo Almeida / Redação: Portal Guia de Salões