Oferecimento

 

 

 

 



 

 

 

Eu sou brasileiro e minha profissão é cabeleireiro

Sou Brasileiro e minha Profissão é Cabeleireiro

Hair Stylist, hair designer, cirurgião estético capilar, são algumas formas que encontramos no mercado popular para definir a profissão de Cabeleireiro, e podem acreditar muitos profissionais de ponta são céticos em afirmar “eu sou cabeleireiro”.

Existe um bloco de profissionais que não abrem mão do titulo de “hair stylist” que traduzido do inglês significa cabeleireiro, porem, esses defensores dizem que o hair stylist tem como diferencial, uma visão globalizada de moda estilo e comportamento do cliente. E para um cabeleireiro poder carregar este rótulo existem cursos específicos, inclusive no próprio SENAC, com carga horária de 300 horas.

Outro bloco mais conservador, discorda deste ponto de vista,  como deveríamos rotular os grandes profissionais internacionais como Vidal Sasson, Paul Mitchell entre tantos outros gênios do seguimento? Pois chamá-los de hair stylist em seus países seria o lógico.

– Michaellis (dicionário) é claro, hair stylist = cabeleireiro, cabeleireira. Não diz que tem que ter, outro curso,além do profissionalizante, para exercer a profissão. Gente hair stylist é cabeleireiro e ponto. O importante é ser profissional, saber ouvir, opinar, aperfeiçoar dia a dia, pois novas técnicas são despejadas dia a dia no mercado e principalmente, ser o mais humilde possível para entender que a verdadeira estrela do teu comercio, aqui no caso salão de beleza, são os clientes. Eles estando satisfeitos, podem me chamar até de barbeiro, o que não posso é deixar de me dedicar integralmente para atingir a satisfação total dos clientes.

Muitos profissionais compartilham da mesma opinião do meu amigo Luiz, uns chegam a dizer que trabalhar fora do Brasil é muito tranquilo, pois geralmente o padrão do cabelo no exterior, são com certeza menos complicado que o brasileiro, onde existe um mistura enorme de etnias. “O profissional que conseguir atender bem na periferia de São Paulo, por exemplo, estará apto a cortar e pentear bem em qualquer lugar do mundo,  comenta novamente o Luiz.

barbeiroOlha com certeza esta é uma discussão, que renderia muito mais conversa do que esta simples matéria. Porém, uma coisa é certa, o profissional cabeleireiro ou o hair stylist, são profissionais abençoados, existem pessoas como eu, com mais de 50 anos de idade, que confiou, ou melhor,  que só teve 5 cabeleireiros na vida, porque vocês são profissionais tão especiais que tornam-se mais que amigos, passam a ser anjos especiais com a incumbência principal de recuperar a estima de seus clientes, através da magia de suas mãos.

Sendo assim, não importa como você será rotulado, cabeleireiro ou hair stylist,  importante mesmo é você estar sempre atualizando os conhecimentos, através da pratica, de cursos e também das facilidades que o próprio Universo da Beleza te proporciona, pois se cortar o cabelo é uma arte, ser cabeleireiro  é ser o “profissional que cuida da beleza e vitalidade dos cabelos de seus clientes, sejam eles homens ou mulheres,com dedicação, habilidade e sempre com um largo sorriso no rosto.

Para resumir:  Eu sou brasileiro por isso tenho orgulho em dizer que SOU CABELEIREIRO.

Por: Arnaldo Almeida / Redação Portal Guia de Salões.