Oferecimento

 

 

 

 

 


 

Compartilhar na mídia social

Enganando ou se Iludindo com a indústria dos “LIKES”?

Enganando ou se Iludindo com a indústria dos “LIKES”?

Hoje em dia é muito comum ao andarmos pelas ruas ou até mesmo quando surfamos pelas redes sociais encontrar pessoas vidradas e vibrando com a popularidade em suas publicações.  Vejam quantos “likes” ou curtidas eu recebi nesta ou naquela foto?  Vejam quantos comentários? E o numero de seguidores? São vários “k” ou “m”, lembrando que cada K = 1 mil seguidores e M = 1 milhão de seguidores. Ou seja, com tantos seguidores assim podemos nos considerar uma celebridade, um formador de opinião e principalmente uma ferramenta de divulgação com alto poder de venda, correto? Na realidade as coisas não funcionam bem desta forma, existe até uma brincadeira popular dizendo que muitas vezes ter milhares de seguidores e likes nas redes sociais  é a mesma coisa que ter bilhões de dólares no jogo “Banco Imobiliário”, ou seja pode ser um verdadeiro “Ouro de Tolo”.

Recentemente a Globo News, através do repórter Ronaldo Lemos, contou a história da “Fazenda de Likes” descoberta na China onde mais de 10 mil celulares fraudavam a popularidade na web através de um programa de “curtidas e comentários fakes ou falsos se preferirem”. http://g1.globo.com/globo-news/estudio-i/videos/v/fazenda-de-likes-na-china-tinha-mais-de-10-mil-celulares-fraudando-popularidade-na-web/5907993/é só clicar no link para assistirem a matéria e os competentes comentários do jornalismo da “vênus platinada”.

Muitas agências de publicidade tem sido bombardeadas pelos seus clientes, porque não estão conseguindo a tão sonhada popularidade em curto prazo, colocando os famosos “likes” de algumas personalidades emergentes e desconhecidas, como exemplo.  A situação é tão delicada que até o próprio Facebook já possui uma ferramenta de impulsionamento de publicações em sua rede. Buscando desta forma combater essa indústria desonesta de ilusão aos seus usuários.

O Colunista e Palestrante Ricardo Hida, define de forma muito objetiva os riscos que algumas empresas assumem quando optam por buscar caminhos alternativos para a boa e sincera, divulgação de suas marcas ou servicos, ao afirmar que “Campanhas desalinhadas que não respeitam sua história nem seus valores. Trabalho de gente que acha que só marketing digital já basta. Para ser incrível é preciso ter criatividade, técnica, repertório e muita experiência. Até para entender que “like” é como amor e aplauso não se pedem. Se ganha naturalmente.”

Ser popular é um sonho e objetivo de muitas pessoas principalmente para aqueles que de fato trazem um diferencial destacando-se no seu meio social e profissional, mas acreditem a popularidade acontece com a demonstração do teu diferencial, por que fulano ou cicrano são notáveis? Porque eles certamente produziram ou produzem algo que impressiona até aqueles que preferem criticar à incentivar.

Pessoas como os badalados jogadores de futebol, estrelas Pop, atores e atrizes e até políticos, recebem legiões de seguidores, pelo que demonstram quando desempenham o seu trabalho. Esses seguidores são mais do que simples “seguidores” são admiradores ou fã dessas personalidades, e jamais foram induzidos a seguirem esses personagens, espontaneamente  buscam informações e começam a degustar das postagens e dicas que eles postam rotineiramente em suas redes sociais, mostrando as particularidades do cotidiano dessas personalidades.  Ainda assim, quando são convidados à divulgar uma marca ou um produto, muito raramente eles os fazem utilizando seus perfis. Neste caso são utilizadas Agencias e ou produtoras que vinculam suas peças em veículos especializados em evidenciar essas informações, sejam comerciais ou noticiários.

Popularizando mais uma vez vamos colocar cada “macaco no seu galho”, se você quer ser conhecido no meio de um determinado nicho de pessoas, as redes sociais são sim ferramentas uteis e muito satisfatórias, atingindo diretamente uma boa parte de seu publico, principalmente se você contar estórias de sua vida particular, churrascos com amigos, viagens, acontecimentos rotineiros, se você for engraçado então seus likes irão explodir. 

Agora anuncie um Produto ou Service, para vender e aguarde! Os resultados na maioria das vezes serão decepcionantes, pois um amigo virtual, não está interessado em publicidade, ele é como um amigo material, ele quer saber se você está bem, o que tem feito, por onde ou com quem anda tudo é sorriso e simpatia; Agora! Conte um problema pra ele, chame-o para comprar um produto que você representa, mas faça isso insistentemente todos os dias, e aguarde a resposta.

Quer divulgar um produto ou um serviço, busque um veiculo ou ferramenta especializada em direciona-los ao publico certo, não se preocupem quantos likes a propaganda recebeu e sim quantos clientes você atendeu.  O Portal Google, um dos veículos mais utilizados e conhecidos do Mundo, tem uma ferramenta para popularizar sua marca e seus serviços, onde eles questionam quantas pessoas você deseja alcançar? Dependendo de sua resposta eles te informam o valor do investimento e o tempo necessário para que sua campanha atinja o sucesso desejado; ou seja até para eles não existem mágicas.

A verdadeira popularidade tem que ser trabalhada e mostrada para ser conquistada. Não tem como você atingir popularidade sem realmente ser popular. Infelizmente você pode buscar no próprio Google anúncios de “empresas” que vendem popularidade através de curtidas e seguidores, é só pesquisar que você vai encontrar.

Agora eu te pergunto vale a pena? Quem você estará enganando?

Vale muito a pena REFLETIR.

 

Por Arnaldo Almeida / Redação: Portal Guia de Salões.