A Hair Brasil 2018 ficou menor?


 

A Hair Brasil 2018 ficou menor?

Olá amigos do Portal e TV Guia de Salões, recentemente participamos junto com a GSTV da cobertura da 17ª Edição da Hair Brasil, que reconhecidamente é o primeiro grande evento do setor no primeiro semestre. Afinal são 17 anos buscando e apresentando novidades, tendências e lançamentos para o setor da beleza.

E não foi diferente nesta edição muito lançamentos puderam ser presenciados pelas nossas lentes, desde pranchas que liberam óleo de argan, até alongamentos com uma técnica inovadora chamada pena e um alongamento com fita, que inclusive é usado e aprovado pela rainha dos caminhoneiros, a cantora Sula Miranda. Novidades que prenderam a atenção dos milhares de profissionais do setor que visitaram o evento durante os quatro dias de realização.

Porém, o que me chamou a atenção foi o número de entrevistados que perguntavam a nossa equipe, qual o motivo da feira ter diminuído? Era nítida a falta de estandes de marcas fortes do mercado, como é o caso da Vitaderm, Inoar, Wella, Schwarzkpof, Cless entre tantas outras que figuram no mercado Nacional e Internacional.

Sinceramente? Não conseguimos conversar com o amigo Antônio de Carvalho Junior, Gerente e um dos organizadores do evento. Mas relembrando um bate papo que tivemos no final do ano passado ele explicou alguns pontos nos quais concordamos plenamente e acho justo compartilhar com vocês.

- A Hair Brasil é uma marca muito forte no setor e seu foco principal são profissionais da beleza, sendo este o público almejado pela organização;

- Diferente de outros eventos a Hair Brasil preserva a ideologia de prestigiar o profissional e por isso a Feira investe muito em Congressos e Workshops trazendo profissionais para além de alimentar o curriculum profissional dos participantes incentiva debates e trocas de conhecimentos.

- Finalizando e falando das grandes marcas que optaram por não participar, acrescentamos que muitas marcas optaram por trabalhar no mercado de varejo, expondo seus produtos em prateleiras de perfumarias e grandes atacadões, diminuindo assim o interesse dos profissionais da beleza que buscam em feiras do setor, produtos exclusivos de uso profissional.

Contrariando alguns críticos, o que nossa equipe encontrou na 17ª Edição da Hair Brasil, foi um evento onde os profissionais da Beleza, puderam desfrutar de lançamentos e tecnologias criadas para facilitar o seu dia a dia, muitas marcas novas e principalmente muitas empresas que tem como política principal prestigiar o profissional da beleza. Porém, infelizmente se o numero desses empresários diminuíram fica um alerta para vocês profissionais consumidores, “Aprendam a prestigiar quem realmente prestigiam Vocês”.

A Hair Brasil não está menor, está mais consciente e seletiva em respeito ao seu público alvo, tenho certeza de que nenhuma empresa sobrevive 17 anos promovendo eventos de sucesso, se em seu quadro de organização não existir coerência, compromisso, respeito e muita visão.

 

Por: Arnaldo Almeida / Redação: Portal Guia de Salões.